Márcio Vilela

O trabalho de Márcio Vilela desafia-nos a um novo olhar sobre a paisagem, o inusitado e, por vezes, o inóspito. Reflecte sobre o espaço e o território enquanto lugares de metamorfose e contaminação, bem como a sua relação com as pessoas que, temporária ou permanentemente, os habitam. Márcio Vilela olha para os objectos abandonados na paisagem como esculturas vivas que vão sendo absorvidas e integradas pelo meio envolvente, estando em constante processo de transformação.